Login
Paróquia Araputangua
Artigos

Diocese São Luiz de Cáceres é Consagrada ao Imaculado Coração de Maria

Escrito por  gerente  |  Terça, 24 Maio 2016 00:00 - Última modificação em Terça, 09 Maio 2017 20:18
imagem da internete imagem da internete

No último dia 22 de maio, Solenidade da Santíssima Trindade, o bispo diocesano, Dom Antônio Emídio Vilar, SDB, consagrou a Diocese de São Luiz de Cáceres ao Imaculado Coração de Maria. A consagração se deu ao final da Missão Mariana realizada pelos ARAUTOS DO EVANGELHO NA Catedral São Luiz.

O Padre Antônio Rogério Gonsalves (padre Roger), pároco da Paróquia São Luiz – Catedral Diocesana São Luiz de França- (Cáceres), escreveu com exclusividade ao site da nossa paróquia (Araputanga), sobre esta importante solenidade.

Leia na integra o que nos escreveu Padre Roger:

13239478_568335093340065_2646620797674079221_n.jpg

 

Uma das características da devoção que devemos tributar a Nossa Senhora consiste sem dúvida em ser terna. Entretanto, a devoção não se faz só de ternura, de efusões sentimentais e efetivas. Para ser sólida, é preciso que se funde em conhecimentos precisos, exatos, lógicos. Só da Verdade bem conhecida pode sair o amor durável e sincero. A piedade deve ser firmada no estudo da doutrina católica. É aí que ela há de encontrar seu melhor fundamento, sua verdadeira raiz.

Quando a Igreja promove a consagração de Nações, Dioceses, famílias ou pessoas ao Coração Sacratíssimo de Jesus, ou ao Imaculado Coração de Maria, têm em vista que as criaturas assim consagradas formulem a resolução de pertencer de modo particular ao Coração de Jesus ou ao Coração de Maria, obedecendo-Lhes mais fielmente as leis, tomando-os mais perfeitamente por modelos, e, reciprocamente, recebendo de modo todo especial sua particular e vigilante atenção. Assim, a Consagração não é um mero rito, uma fórmula vaga, a ser recitada em momento de emoção piedosa. Ela é antes de tudo um ato refletido, deliberado, voluntário e profundo, que implica no propósito de uma mais perfeita integração na doutrina e na vida da Santa Igreja Católica, o que é o único modo real de pertencer a Jesus e a Maria.

 

Agradecemos ao Padre Roger pela cordialidade e atenção para com os fiéis de nossa paróquia .