Login
Paróquia Araputangua

Movimentos

Movimento: APOSTOLADO DA ORAÇÃO (AO)  -  Responsável: Maria Aparecida
 
O que é o Apostolado da Oração (AO)?
No livro dos estatutos do AO, encontramos esta definição: "O AO constitui a união dos fiéis que, por meio do oferecimento cotidiano de si mesmos, se juntam ao Sacrifício Eucarístico, no qual se exerce continuamente a obra de nossa redenção, e desta forma, pela união vital de Cristo, da qual depende a fecundidade apostólica, colaboram na salvação do mundo".
 
O Apostolado da Oração:
 • Propõe um caminho rumo à santidade
• A partir do oferecimento diário
• Que transforma nossa vida
• E nos coloca em comunhão universal de preces
• Pela força do Espírito Santo que habita em nossos corações,
• E nos impele a vivenciar os mesmos sentimentos do Coração de Jesus
• Para que, alimentados e modelados por Ele na Eucaristia,
• E reconciliados com Ele pelo sacramento da Reconciliação,
• Possamos colocar-nos plenamente, de coração inteiro, a seu serviço e a serviço da Igreja, a exemplo de Maria, para que seu Reino venha a nós, hoje, amanhã e sempre.
O que é ser um membro do AO?
É ser uma pessoa associada ao AO com o desejo de viver esta espiritualidade.
Quantos associados tem o AO no mundo?
O AO tem aproximadamente 50 milhões de associados no mundo, dos quais 6 a 7 milhões no Brasil.
Em quantos países do mundo o AO está presente?
O AO está presente em 70 países do mundo.
Como funciona, na prática, o AO?
A prática básica é o nosso oferecimento diário ao Pai, nas intenções do Santo Padre, e a colaboração na Missão de Cristo
 
Movimento: CRUZADA EUCARÍSTICA (Movimento  Eucarístico Jovem) MEJ - Responsável: Vanusa
Espiritualidade e Pedagogia 
Os membros do MEJ esforçam-se por conhecer internamente a pessoa de Jesus e viver seu estilo de vida, por meio da experiência pessoal e comunitária de oração, discernimento e serviço. E procuram estar unidos a Ele, especialmente celebrando, na Eucaristia, o memorial de sua vida, morte e ressurreição. 
Esforçam-se, portanto, em fomentar os mesmos sentimentos do Coração de Jesus (Fl 2,5) para mais amá-lo e segui-lo, visando colaborar para construir seu Reino no mundo jovem, nos lares, no trabalho, na sociedade. 
Para atingir tal objetivo o MEJ encontra Jesus no Evangelho e na Eucaristia e o acompanha na Missão. Seu lema, portanto, pode exprimir-se nestas palavras: ORAÇÃO, EVANGELHO, EUCARISTIA, MISSÃO. 
Oração: Para o mejista a oração é algo vital. Oração pessoal contemplando a pessoa e os mistérios de Cristo. É nos momentos de contemplação que nos afeiçoamos à pessoa de Jesus; oração temperada pelo Espírito Santo, sempre presente na Igreja e no coração dos fiéis. Oração também a Maria, especialmente na reza dos mistérios do Rosário. A exemplo dela nos colocamos integralmente a serviço de seu Filho. 
Evangelho: O compromisso do mejista é com a pessoa de Jesus, o A migo de todas as horas que ama as crianças, adolescentes e jovens; a Palavra que devemos ouvir e vivenciar; o Mestre que nos envia a evangelizar; o Coração que ensina a amar como Ele ama. Para amar e evangelizar como o Coração de JESUS é mister ficar na escuta de sua Palavra, tentando imitar suas atitudes, como lembrava o Papa João Paulo II por ocasião do 150º a niversário do AO: “Em sua vida espiritual quanto mais alguém se inspira na Palavra de Deus no Evangelho, tanto mais se identifica com os sentimentos de Cristo”. 
Eucaristia: O MEJ propõe aos jovens descobrir que podem fazer de toda sua vida uma oferenda: Tudo receber para tudo dar. Eis a instituição eucarística do MEJ: Doar-se seguindo o exemplo de Jesus Cristo, que se doa, que partilha a mesa, que reparte o pão e sua vida no mistério eucarístico. Doar-se no oferecimento diário, nos gestos cotidianos, nas celebrações, na missão. “Eu sou a videira e vós os ramos. Quem permanece em mim, como eu nele, produzirá muito fruto. Separados de mim nada podeis fazer” (Jo 15,5). 
Na Eucaristia Cristo ressuscitado se doa como alimento e bebida para tornar-se o centro de nossa vida interior e para que revelemos, em nosso comportamento e nossa ação, que é Ele que vive em nós. João Paulo II falou aos responsáveis pelo AO (1985): “Deveis empenhar-vos em formar cristãos modelados interiormente pela Eucaristia, força transformadora que faz da nossa existência um serviço solidário direcionado aos irmãos, como o Corpo de Cristo que se oferece e seu Sangue que é derramado”. 
Como jovem responsável por um mundo melhor, o mejista, alimentado na Eucaristia e estimulado pelo exemplo de Jesus, reparte o pão de sua vida com a comunidade, especialmente com o mundo jovem, com os mais pobres, com os mais necessitados. 
Missão: O MEJ quer ajudar os jovens a fazer ligação entre sua fé e sua vida, a engajar-se na Comunidade ou no ambiente onde vivem. O MEJ é um movimento apostólico. Nasceu do impulso missionário de jovens estudantes que desejavam colaborar para o crescimento do reinado de Cristo. Essa colaboração pode ser feita em dois níveis: 
- Primeiro, por meio da oferenda diária de nossas orações e atitudes, nossas obras, nossa vida para a salvação do mundo. 
- Segundo, por meio do testemunho e da ação
 
Movimento: MÃE RAINHA - ResponsáveIS: Maria do Carmo e João Francisco/ Carmem e Wilson 
Imagem Peregrina
Este movimento iniciou-se na Alemanha na cidade de Schoenstatt pelo Padre Jose Kenten no ano de 1990 na cidade de Santa Maria – Rio Grande do Sul, e em Araputanga no dia 01 de maio de 1987, com o objetivo de evangelizar as famílias com Nossa Senhora de uma forma simples, silenciosa, sem que muitas pessoas percebam, assim como Nossa Senhora fez quando iniciou seu trabalho de evangelização nas famílias.
Este movimento iniciou na paroquia com 12 imagens, cada uma visitando um grupo de 30 familias


Movimento: CULTO EUCARÍSTICO - Responsável: Antônio Ângelo 
Ministros do Culto  Eucaristico 
São pessoas da comunidade paroquial, indicadas pelo pároco, para auxiliar nas tarefas do altar e das celebrações, principalmente na distribuição da Eucaristia nas missas e para as pessoas enfermas, impossibilitadas de virem à Igreja. 
Ser Ministro Extraordinário da Sagrada Comunhão é dizer sim ao chamado de Deus para servir à comunidade e levar Jesus onde for necessário, a qualquer hora.
Qual é o objetivo?
Temos por objetivo, além da distribuição da Eucaristia, dar suporte ao pároco e a comunidade, no preparo das pessoas que compõem os rituais das missas e celebrações (batizados, casamentos, exéquias e outros): crucifixo, vela, incenso, cálice, ambulas de partículas, galheta, corporal etc...
Como se trabalha?
Os ministros são escalados para as missas conforme a disponibilidade e o número necessário para cada celebração. 
Levam a Eucaristia a enfermos uma vez por semana. Para atuar como Ministros da Palavra e das Exéquias, é necessário fazer um curso específico.